Informações Técnicas
da NBR 6591

Os tubos desta norma são fabricados a partir de três categorias de aço:

  • Laminado a quente
  • Laminado a frio
  • Laminado revestido

 

Solda por resistência elétrica ERW (eletric resistence welded) - produzida pelo caldeamento das bordas da chapa, mediante a aplicação de pressão e aquecimento originado pela passagem de corrente de alta frequência, sem adição de material.

 

Acabamento superficial do tubo - podem ser fornecidos da seguinte forma:

  • Sem revestimento
  • Galvanizados por imersão a quente
  • Pré-revestidos com o cordão de solda metalizado
  • Pré-revestidos com o cordão de solda sem metalização

 

Análise química - a composição química do aço deve ser comprovada pelo fabricante do aço.

Sigma Aço

Os aços utilizados devem atender a composição química da tabela abaixo:

ElementosValores máximos %
C 0,23
Mn 1,00
P 0,04
S 0,005

INSPEÇÃO E ENSAIOS

As amostras para as inspeções dimensionais devem ser formadas por cinco tubos de cada lote que são formados por 500 tubos ou frações com as mesmas características.

As amostras para o ensaio de achatamento e alargamento devem ser tomadas aleatoriamente de um tubo de cada lote ou fração. Conforme as normas ABNT NBR 6154 e ABNT NBR NM 168.

Tubos de Aço Sigma Aço

TOLERÂNCIAS


Expessura da parede

Espessuras-padrão para chapas laminadas a quente e a frio - mm

0,60 0,75 0,90 1,06 1,20
1,50 1,90 2,00 2,25 2,65
3,00 3,35 3,75 4,25 4,50
4,75 6,30 8,00 9,25 11,000

Espessuras-padrão para laminados revestidos - mm

0,65 0,80 0,95 1,11 1,25
1,55 1,95 2,30 2,70 -

 

Tolerâncias para espessura de parede

Origem do materialTolerância para espessura nominal
Laminado a frio ± 10%
Laminados a quente ± 12,5%
Laminados revestidos Até 1 mm ± 12%
> 1 mm ± 10%

 

Dimensões Externas

Dimensão externa D – mmTolerâncias - mm
≤ 15,00 ± 0,12
15,00 < D ≤ 40,00 ± 0,20
40,00 < D ≤ 63,00 ± 0,25
63,00 < D ≤ 90,00 ± 0,30
90,00 < D ≤ 100,00 ± 0,35
100,00 < D ≤ 127,00 ± 0,40
127,00 < D ≤ 168,30 ± 0,45
168,30 < D ≤ 203,20 ± 0,60
203,20 < D ≤ 219,10 ± 1,50

 

Tolerância para comprimentos

TipoTolerância
Padrão + 50,00 mm
- 0 mm
Fixo > 2 m + 2 mm
- 0 mm
> 2 mm < 3m + 6 mm
- 0 mm
≥ 3 m ≤ 12 m + 12 mm
- 0 mm
> 12 m Acordo prévio

 

Torção máxima para tubos de seção quadrada, retangular e especial.

Dimensões do lado maior D mmTorção máxima em mm/m V
≤ 38,10 1,30
38,10 < D ≤ 63,50 1,50
63,50 < D ≤ 101,60 1,90
101,60 < D ≤ 152,40 2,20
152,40 < D ≤ 168,30 2,50
168,30 < D ≤ 219,10 2,80

TOLERÂNCIAS


Achatamento
Deve ser efetuado unicamente para tubos de seção circular, conforme a ABNT NBR 6154; Sendo realizados em duas etapas:

 

1) Corpo de prova é achatado até que a distância entre as placas seja de 2/3 do diâmetro externo do tubo não deve ocorrer trincas ou fraturas na solda.

2) Achata-se o corpo de prova, até que a distância entre as placas seja 1/3 do diâmetro externo do tubo. Nesta etapa não devem surgir trincas, esfoliações ou fraturas no material fora da região de solda.

 

A distância final entre as placas não deve ser inferior a cinco vezes a espessura da parede do tubo.

 

Alargamento
Deve ser efetuado o ensaio para tubos de seção circular conforme ABNT NBR NM 168;
O alargamento mínimo permitido é de 15% do diâmetro externo sem apresentar fissura.

 

Fonte: Norma Brasileira - ABNT NBR 6591 – Tubos de aço carbono com solda longitudinal de seção circular, quadrada, retangular e especial para fins industriais – Especificação. (20/09/18)

LOCALIZAÇÃO E CONTATO



Estrada Municipal Maria Margarida Pinto “ Dona Belinha” , 542.
Bairro Indl. dos Pires . Extrema – Minas Gerais. CEP 37640-000

Telefone: (55) 35-3435-1285



Nome

Email

Assunto da Mensagem

Mensagem